8 de setembro de 2016
Por Palmir
CAMPANHA SALARIAL SETOR DE PADARIAS – Índice de reajuste não foi o ideal, mas agradou os trabalhadores

Em reunião tranquila, realizada nesta quinta-feira, dia 08, na Incubadora Sindical do SESC, o Sindmassa-MS, presidido por Fábio Alex Bezerra, acompanhado de sua diretoria e alguns trabalhadores, ouviu atentamente a contraproposta do setor patronal e entendeu que o índice apresentado atendida, em parte, o interesse dos trabalhadores do setor de panificação de Mato Grosso do Sul.
Essa foi a segunda rodada de negociação entre o sindicato laboral e patronal e apesar da data base da categoria ser agosto, fazia há algum tempo que as negociações haviam iniciadas sem que um acordo fosse celebrado, devido a posição radical dos “patrões” de conceder algum reajuste este ano, alegando conjuntura econômica negativa do País. A primeira rodada aconteceu no último dia 25 de julho, mas nenhuma proposta foi apresentada.
Com o decorrer do tempo e nenhuma proposta fosse apresentada pelo sindicato patronal, uma agenda já havia sido solicitada pelo Sindmassa-MS, que deveria ocorrer hoje, no dia 08 agosto, no Tribunal Regional do Trabalho – 24ª Região, mas preocupados com histórico de defesa aos trabalhadores manifestado pelo TRT, o sindicato patronal pediu cancelamento desta audiência, afirmando que já havia agendado para este dia, mais uma rodada de negociação com o Sindmassa-MS na Incubadora Sindical do SESC, onde com uma postura menos radical e mais sensível às necessidades do trabalhadores, ofereceu o índice de 9,55% de reajusta salarial e um aumento na cesta básica de R$ 88,00 para R$ 100,00 para empresas com até 10 funcionários e de R$ 110,00 para R$ 120,00 para empresas acima de 10 funcionários e nada mais.
Por compreender a conjuntura econômica, política e social porque o Estado e o País vêm passando neste momento, o Sindmassa-MS, acredita que este índice apresentado pelos empresários, não atende todas as necessidades dos trabalhadores, mas repõe as perdas sofridas nos últimos 12 meses e de quebra avança um pouco nos benefícios e o mais importante, garante a manutenção do emprego com dignidade.
05a6db4c-94db-48e8-b513-57c4379600d9

8c17b57c-4f9a-4490-aeaa-f72495e32914

646ccf78-d9ca-493e-821d-a6c3ff231230

8169a1eb-dab9-4a5c-86e7-3d64e8779c40

384043b1-9a5f-4940-980b-6c95f6b69691

cc9dfad4-78a5-4bb5-aeb3-77056b6d8f7e

Rua Paraíbuna, 179 - Vila Sobrinho

Fone/Fax: 67 3361.7333

CEP: CEP: 79.110-023

Campo Grande/MS